terça-feira, 12 de maio de 2009

"Pacto"


Senhor da fala, senhor dos olhos
Tal talento me deixa lento, astuto... Quem sabe?
Para destilar a vida em ecos
Reverbera meu coração acelerado
Criando algo bom para uma pessoa ruim
Vice-versa
Vide a vida, outrora desse jeito
O tempo é longo para evitar
O tempo é breve para vivenciar
Regurgitar como falar em máscara de “nebulizar”
Espaço pequeno para palavras
Tempo curto, seu desbravamento ao longo do ego.
De toda a nossa “crueza” ao parto...
Impacto um, choro...
Impacto dois, amores...
Pacto cíclico, esta ai a freqüência cardíaca
Posso sentir isso com você longe e mais ao seu lado
Não ao seu modo.
O silêncio é o sopro, minha habilidade
Vivência da sua bem-vinda vida viva em mim.
Jaz não mais aqui.

2 comentários:

  1. impacto, um choro.
    impacto, dois amores.

    brincando com as suas vírgulas.

    : )

    ResponderExcluir
  2. O silêncio grita dentro de você...

    ResponderExcluir